quinta-feira, 17 de abril de 2014

cansaço

dizer seu nome
completo
me faz abrir
a boca
sete vezes
emendando
estas aberturas
dá um bocejo
de mais
ou menos
dois segundos
ando preferindo
bocejar.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

tempestade

caia o raio
cem vezes 
no mesmo
lugar
o raio
que parta
em pedaços
todo esse
azar
e faça
das noites
em claro
caminho
para você
voltar.

chumbo

deixar no papel
tudo aquilo
que pesa
no peito
quilo por quilo
a poesia ainda
vai dar um jeito.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

pretérito pretexto

ando
meio lá
meio cá
como
se todo
o passado
fosse
pra já.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

ad infinitum

antigamente
era hábito
tirar foto
com mortos
maquiá-los
vestí-los
trazê-los
de volta
à vida
negar a ida
este poema
faz o mesmo
remonta você
ao meu lado
num retrato
bonito
que doi lento
mas traz você
sorrindo
até o infinito.

terça-feira, 1 de abril de 2014

segunda-feira, 31 de março de 2014

justo

não dá
pra ter folga
no encaixe
ou tá justo
ou tudo bate
tranque 
os braços
antes que
o amor caia
qualquer espaço
entre
faz com que 
ele saia.